Saúde pública em Patos de Minas à beira de um colapso

HRAD tem apenas um leito de UTI disponível para Covid e nenhum para outras doenças

por Paula Mota
06/06/2020 - 16h30

Patos Já - Saúde pública em Patos de Minas à beira de um colapso

Patos de Minas está a beira de um colapso na saúde pública. O prefeito José Eustáquio Rodrigues afirmou, neste sábado (6), que a situação do novo coronavírus na cidade é grave e fez um apelo para que a população se proteja.

O município conta com poucos leitos para atender não só a população patense, mas também outros pacientes de outras 33 cidades. A crise na saúde pública do município segue alarmante. De acordo com o diretor do Hospital Regional Antônio Dias, Alfredo Nakao, a unidade referência na região, os leitos de UTI do hospital estão 100% ocupados. Quanto aos leitos destinados para pacientes com Covid-19, a taxa de ocupação é de 90%, ou seja, há apenas um leito disponível para tratamento ao novo coronavírus.

Além disso, a direção do Hospital São Lucas suspendeu o atendimento a maternidade, até o dia 09 de junho, o que piora o quadro. Já não se recebe pacientes gestantes no hospital. A direção não quis gravar entrevista, mas afirma que faltam recursos e outras dificuldades.

Somados os habitantes dos 33 municípios são 703.000 pessoas, que se precisarem de atendimento no Regional, não terão como consegui-lo, devido a ocupação total de leitos de UTI normais e ocupação quase total dos leitos de UTI da Covid-19.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG