Policia Militar apresenta resposta à oficio enviado por Motofretistas de Patos de Minas

Categoria pediu prazo de seis meses para se adequar a lei 12.009/09

por Redação Patos Já
13/08/2019 - 09h50

Patos Já - Policia Militar apresenta resposta à oficio enviado por Motofretistas de Patos de Minas

O ofício pedindo uma carência de seis meses, para que entregadores e motoboys tivessem tempo de se adequarem a lei 12.009/09, que regulamenta o exercício das atividades dos profissionais em transporte de passageiros, “mototaxista” em entrega de mercadorias e em serviço comunitário de rua, e “motoboy”, com o uso de motocicleta, foi negado pela Polícia Militar.

Segundo o comandante do 15º Batalhão da PM, Tenente Coronel Rogério, “A polícia Militar tem a preocupação de trazer para a sociedade uma atividade realizada de forma remunerada, mas que seja feita sob controle e dentro das normas legais.”

Ainda segundo o comandante, as fiscalizações serão intensificadas, “tendo em vista que já houve um período de nove anos que essa legislação está em vigor e muitas pessoas estão negligenciando as normas de segurança para realização da atividade”, acrescentou.

No ultimo final de semana, dezenas de motofretistas participaram de uma paralisação, reivindicando o prazo junto à PM. Nesta segunda feira(12), nossa equipe conversou com Bruno César, um dos organizadores do movimento, que lamentou a negativa da PM e orientou que os colegas de trabalho conversem com os seus patrões e que se regularizem.  


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG