patosja_logo

Mãe que pesquisava sobre seitas na internet desaparece com filha caçula e abandona filho adolescente

Informações sobre as desaparecidas devem ser repassadas para o 190, 181 ou pelo (34) 9 9265-6010 (pai da menina) ou ainda pelo (34) 3319-8341 (Delegacia de Plantão Civil de Uberaba)

por Pietra Elias

fonte: NTV

Publicado: 12-03-2024 18:22:46

Policiais

Esta reportagem especial da NTV de Patos de Minas aborda o desaparecimento preocupante de Sophia Aguiar Miranda, uma menina de seis anos, vista pela última vez em Uberaba, Minas Gerais, no dia 27 de dezembro. A busca por Sophia tornou-se uma corrida contra o tempo, envolvendo familiares, autoridades locais e a comunidade.



Tiago Miranda, pai da criança, relata os momentos angustiantes desde o desaparecimento de sua filha, destacando o estranho comportamento da mãe e avó da menina antes de desaparecerem, incluindo pesquisas preocupantes e o abandono de um adolescente.


A Polícia Civil de Minas Gerais e a Delegacia de Orientação e Proteção à Família de Uberaba estão investigando o caso, com esforços intensificados para localizar Sophia.



A comunidade é chamada a contribuir com qualquer informação que possa levar ao paradeiro de Sophia, reforçando a importância da solidariedade e da ação coletiva em momentos de crise.



O desaparecimento de Sophia Aguiar Miranda em Uberaba, Minas Gerais, lança luz sobre uma problemática crescente e profundamente preocupante: o desaparecimento de crianças no Brasil.


A história de Sophia, uma menina de seis anos desaparecida desde o dia 27 de dezembro, é um grito de alerta para a sociedade sobre a necessidade de mecanismos mais eficazes de proteção à infância. A colaboração entre autoridades, comunidade e mídia, como a realizada pela NTV de Patos de Minas, é fundamental neste processo.



Este caso também destaca a importância da saúde mental e do acompanhamento familiar, visto o comportamento estranho apresentado pela mãe e avó de Sophia antes de seu desaparecimento. A argumentação se desenvolve ao redor das dificuldades encontradas na busca por desaparecidos, a angústia das famílias e a complexidade das investigações que envolvem teorias da conspiração, o que aumenta a ansiedade por respostas.



E reforça a necessidade de ampliar a conscientização sobre a segurança infantil, aprimorar as políticas de prevenção de desaparecimentos e fortalecer as redes de apoio a famílias em crise. Propõe-se um chamado à ação para a implementação de sistemas mais eficientes de alerta rápido em casos de desaparecimentos, além de reiterar a importância da união da comunidade na vigilância e no apoio às buscas.



O caso de Sophia Aguiar Miranda, desaparecida em Uberaba, Minas Gerais, destaca a importância crítica da atenção comunitária e da resposta imediata em situações de desaparecimento infantil. Revela a necessidade urgente de uma comunicação efetiva entre famílias e autoridades, além da importância de monitorar e entender comportamentos que podem indicar riscos à segurança das crianças.



A história sublinha o valor da tecnologia e das redes sociais na ampliação do alcance das buscas, mas também lembra os riscos associados à exposição online e à privacidade. A complexidade do caso, envolvendo teorias da conspiração, enfatiza a importância do suporte psicológico para familiares e da educação pública sobre sinais de alerta em comportamentos.



A mobilização da Polícia Civil e o apoio da mídia local, como a NTV de Patos de Minas, na divulgação do caso, demonstram o papel vital da colaboração entre diferentes setores da sociedade na resolução de casos de desaparecimento.


Este caso serve como um chamado para ações preventivas, a criação de leis mais rígidas para proteger crianças e a implementação de sistemas de alerta rápido para maximizar as chances de encontrar crianças desaparecidas o quanto antes.



Quem está desaparecida?


Sophia Aguiar Miranda, uma menina de seis anos, está desaparecida desde o dia 27 de dezembro.



Quando Sophia desapareceu?


Ela desapareceu no dia 27 de dezembro.



Onde aconteceu o desaparecimento?


O caso aconteceu em Uberaba, Minas Gerais.



Quais as circunstâncias do desaparecimento?


Antes de desaparecer, a mãe e a avó de Sophia apresentavam comportamentos estranhos e fizeram pesquisas preocupantes na internet. A família também adquiriu itens como barracas e sacos de dormir, indicando possíveis preparativos para fugir.



Quais ações foram tomadas após o desaparecimento?


A família enviou evidências para a polícia, incluindo o notebook da mãe de Sophia para perícia. A Polícia Civil e a Delegacia de Orientação e Proteção à Família estão investigando o caso.



Como a comunidade pode ajudar na busca por Sophia?


Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro de Sophia é encorajado a contatar o Disque Denúncia da Polícia Civil ou o telefone fornecido pelo pai de Sophia.

desaparecimento

No computador de Priscila, mãe da criança, foram encontradas diversas pesquisas sobre teorias de conspiração, neonazismo, fim do mundo e diferentes rituais e seitas. Foi encontrado também fotos da criança com símbolos estranhos desenhados na testa. 
Segundo informações passadas por Tiago, pai de Sophia, as mulheres levaram consigo mochilas, roupas e alguns itens de acampamento: barracas, sacos de dormir, pás, faca militar, lanternas. Levaram também sementes, rádios de comunicação e perucas. 
Informações sobre as desaparecidas devem ser repassadas para o 190, 181 ou pelo (34) 9 9265-6010 (pai da menina) ou ainda pelo (34) 3319-8341 (Delegacia de Plantão Civil de Uberaba).

PCMG
Polícia Civil prende suspeito por tráfico de drogas no Residencial Monjolo
IMAGEM DE DIVULGAÇÃO
Sicoob Credicopa realiza campanha de Seguros Patrimoniais com as menores taxas
PMMG
Motociclista bate em traseira de veículo e fica ferido na BR-352
PMMG
Caminhonete capota na MG-410 após condutor perder controle direcional
ARTE DE DIVULGAÇÃO
Sicoob Credicopa lança linha de crédito especial para quem quer adquirir e ter capital de giro no estande do Shopping Paiolão da Fenamilho
IMAGEM DA INTERNET
Biblioteca João XXIII recebe especialista em Carolina de Jesus para roda de conversa
ARTE GE
Clássicos entre URT e Mamoré pelo Módulo 2 do Campeonato Mineiro devem acontecer com torcida única
imagem colorida em verde, vermelho e preto, com a inscrição: Eleições 2024
Saiba como regularizar a sua situação eleitoral e votar nas Eleições 2024
tela de computador mostrando a página dos Correios da internet, mostrando a inscrição sala de imprensa
Correios anunciam cargos de nível médio e superior em concurso público
Imagem colorida com mulher de costas em uma praça com muitas árvores
Justiça condena casal Rigueira por manter Madalena Gordiano em trabalho escravo por 15 anos
mostra cultural e científica
Mostras culturais e científicas são realizadas no Colégio Marista
Moto recuperada
Polícia Civil de Minas Gerais recupera motocicleta usada como pagamento de dívida em ponto de tráfico
Trânsito
Motoristas das categorias C, D e E devem ficar atentos ao prazo para realização do exame toxicológico
furto
Homem furta televisão dos pais para trocar em drogas
buraco
Buraco próximo à Travessa José Matheus Ferreira causa transtornos
Delegacia de Policia Civil
Suspeito de cometer homicídio em Rio Paranaíba é preso pela Polícia Civil
Campo do Mamoré
Mamoré divulga novas contratações e deve fazer amistoso no fim de semana
saúde mental
Paciente do Caps reclama de falta de atendimento
imagem mostrando o mapa-mundi com o Brasil no centro
IBGE inicia venda do mapa-múndi com o Brasil no centro
imagem colorida mostrando notas de 50, 5 e 2 reais sobre uma mesa, ao lado das 11 pedras de crack apreendidas pela políica
Duas mulheres são presas com pedras de crack em Patos de Minas
imagem colorida feita durante a noite, mostrando fogo com chamas altas nos pneus que estão no chão,
Terceiro incêndio em depósito de pneus pode ter sido criminoso
PCMG
Depois de prisão por tentar invadir casa de ex-companheira e realizar ameaças, homem é liberado após pagar fiança no valor de dois mil reais
FACEBOOK
Mãe denuncia suposta agressão contra filha de 3 anos em CMEI do município de Lagoa Grande
NTV
PL que destina recurso à SECTEL para realização de Fenapraça 2024 é aprovado pela Câmara Municipal