patosja_logo

Salário mínimo de R$ 1.412 começa a ser pago nesta quinta-feira

Benefícios e contribuições também sobem a partir deste mês

por Redação PatosJá

fonte: Agência Brasil.

Publicado: 01-02-2024 8:36:39

Geral

dinheiro na mão

A partir desta quinta-feira (1º), os trabalhadores começam a receber o salário mínimo oficial de R$ 1.412. O dinheiro, referente à folha de janeiro, é 6,97% maior que o salário de R$ 1.320, que vigorou de maio a dezembro de 2023.

 

O valor de R$ 1.412 corresponde à inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado nos 12 meses terminados em novembro, que totalizou 3,85%, mais o crescimento de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2022. Enviada pelo governo em maio, a medida provisória com a nova política de valorização do salário mínimo foi aprovada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado em agosto.

 

Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o reajuste do salário mínimo beneficiará 59,3 milhões de trabalhadores e resultará em um incremento da renda anual no montante de R$ 69,9 bilhões. A entidade estima que o governo – União, estados e municípios – arrecadará R$ 37,7 bilhões a mais por causa do aumento do consumo atrelado ao salário mínimo maior.

 

Aposentadorias

As aposentadorias com o novo valor começaram a ser pagas na última quinta-feira (25). Isso porque os benefícios equivalentes ao salário mínimo são pagos nos últimos cinco dias úteis do mês atual e nos cinco primeiros dias úteis do mês seguinte. O Benefício de Prestação Continuada (BPC) e o auxílio-doença também começaram a ser pagos no dia 25.

 

Seguro-desemprego

A faixa inicial do seguro-desemprego também foi reajustada conforme o salário mínimo. A partir de fevereiro, os benefícios relativos a janeiro subirão para R$ 1.412. O valor máximo também foi reajustado, para R$ 2.313,74. Embora o piso do benefício tenha seguido o reajuste do salário mínimo, o teto aumentou em 3,71%, equivalente ao INPC do ano passado.

 

PIS/Pasep

O abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Serviço Público (Pasep) referente a 2023 começa a ser pago em 15 de fevereiro. Proporcional ao novo salário mínimo, o valor será calculado proporcionalmente em relação ao número de meses trabalhados com carteira assinada em 2021.

 

Contribuições

O reajuste do salário mínimo aumentou diversas contribuições. Os microempreendedores individuais (MEI) passarão a recolher de R$ 70,60 a R$ 76,60, conforme o ramo de atividade. Em 2023, os MEI contribuíam de R$ 66,10 a R$ 71,10. Para os MEI caminhoneiros, o valor subiu de R$ 169,44 para R$ 175,44.

 

Os novos valores começam a ser cobrados nos boletos com vencimento em 20 de fevereiro. Os MEI em geral pagam 5% do salário mínimo para ter direito aos benefícios da Previdência Social, mais R$ 1 de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) ou R$ 5 de Imposto sobre Serviços (ISS). Os MEI caminhoneiros recolhem 12% do salário mínimo, mais as mesmas quantias de ICMS ou de ISS.

 

As contribuições para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) também foram reajustadas com o aumento do salário mínimo. Quem recebe o piso paga 7,5% do salário mínimo, o equivalente a R$ 105,90 por mês. Quem ganha mais que o salário mínimo paga 9%, 12% ou 14% sobre a remuneração mensal, que depende de negociações entre os patrões e os empregados.

 

Quanto ao Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), a concessão de benefícios considera de baixa renda as famílias com renda mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo. A linha da pobreza subiu de R$ 660 por pessoa em 2023 para R$ 706 por pessoa em 2024. Se considerada a renda familiar total de até três salários mínimos, o valor aumentou de R$ 3.960 para R$ 4.236.

 

Ganho real

Ao descontar a inflação pelo INPC, o salário mínimo teve ganho real de 5,77% em relação a maio de 2023, quando passou a vigorar o mínimo de R$ 1.320. Se for considerado o salário mínimo de R$ 1.302, que vigorou de janeiro a abril, o ganho foi menor, de 4,69%. Isso porque o INPC, índice que mede a inflação das famílias de menor renda (até cinco salários mínimos), estava mais alto no início de 2023.

 

De 2007 a 2019, vigorava política semelhante à atual, em que o salário mínimo era corrigido pelo INPC do ano anterior mais o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. Caso o PIB encolha, há a reposição apenas pela inflação. De 2020 a 2022, o salário mínimo passou a ser corrigido apenas pelo INPC, sem ganhos reais.

 

Em 2023, houve dois aumentos. De janeiro a maio, o salário mínimo foi reajustado para R$ 1.302, com ganho real de 1,41%. A partir de maio, quando o governo editou a medida provisória retomando a política salarial anterior, o salário passou para R$ 1.320, com valorização real de 2,8% em relação ao mínimo de 2022.

 

PCMG
Operação conjunta da PC prende seis investigados e apreende um menor por tráfico de drogas
PMMG
Condutor sofre “queda de pressão” e provoca acidente na BR-352
Imagem da Internet
Mega-Sena sorteia prêmio acumulado em R$ 185 mi neste sábado
imóvel
Criminosos invadem residência, furtam fiação e vandalizam imóvel
associação
Associação de Moradores do Alto Colina clama pela legalização de espaço usado em suas atividades
Vítima atropelamento Lagoa Formosa
Ciclista atropelado em Lagoa Formosa morre após três dias internado
Vítima de homicídio em Coromandel
Homem é morto a tiros na zona rural de Coromandel
Vítima de homicídio em Paracatu
Jovem é executado a tiros dentro de sua residência em Paracatu
safra
Com alta recorde da Agropecuária, PIB fecha 2023 em 2,9%
zoonoses
O serviço de recolhimento de animais de grande porte retornará em Patos de Minas
materiais apreendidos pela polícia
Polícia apreende arma e homem é preso em ocorrência de sequestro e ameaça em Patos de Minas
dados em tela mostrando os casos judicializados nos últimos anos
Aumentam os processos judiciais para garantir direitos à saúde em Patos de Minas
Fila de veículos diversos em congestionamento na Avenida Joaquim Fuba, proximo a ponte do arco
Manutenção na Ponte do Arco causa fila e congestionamento de veículos
caneta sobre o cartão de loteria para marcar as numerações
Mega-sena acumula novamente e prêmio pode chegar a R$ 185 milhões
Helicóperto sobrevoando aéra de mata verde, com morros ao fundo
Buscas por idoso desaparecido em área rural entram no terceiro dia
viaturas da Polícia Militar estacionadas em rua, com vários policiais fazendo continencia
Supremo suspende concurso da PM de que restringia participação de mulheres
Imagem com veículos de pequeno e grande porte parados em fila na rodovia
Acidente de trânsito causa imenso congestionamento de veículos entre Patos de Minas e Lagoa Formosa
Em uma região rural, a viatura do Corpo de Bombeiros está estacionada e militares próximos ao helicóptero, mais ao fundo
Com uso de helicóptero, Bombeiros fazem buscas para localizar idoso desaparecido
autoridades de pé, pousando para fotografias, a frente de um telão e cortinas vermelhas
Com previsão de assumir gestão do Regional em junho, Faepu deve administrar as obras de ampliação do hospital
político
Vereador José Eustáquio explica seu pedido de parecer jurídico para PL e refuta portal de notícias
aplicação de vacina no braço de uma pessoa com seringa e agulha
Saúde antecipa vacinação contra gripe; campanha começa em 25 de março
arte com os escudos de Mamoré e URT sobre a imagem de um gramado verde
Tabela oficial do Módulo II do Mineiro tem mudanças em datas dos jogos de Mamoré e URT
larvas do mosquito da dengue armazenadas em um tubo plástico transparente
Sobe para 3.329 o número de casos prováveis de dengue em Patos de Minas
Concurso de Rainha Nacional do Milho
Edital para concurso de Rainha Nacional do Milho já está disponível